Bêzinha

Do amor: tirei proveito , fui feliz quando pude, amei amar perdidamente. Pelo amor eu consegui viver intensamente sem medir ,sem me preocupar com as horas, consegui vê a beleza do mar, do céu, das coisas sem sentido que muitos não vêem. Percebi que como a canção diz a beleza é mesmo fugaz e se você não parar você não irá vê-la, jamais.

Dos desamores: chorei, sofri ,mais não morri estou aqui viva para dizer que nem tudo são flores mais continuo regando e plantando no meu jardim as flores de amigos que a vida traz pra mim.

Da Desilusão: faz parte, são as voltas do amor para levar você até a pessoa certa. Por que cada um tem par perdido em algum lugar.Tipos de pessoas feitas uma para outra.Isso é tão lindo!

Das decepções: quantas decepções eu já vivi...

Mais quanto eu aprende, Ah !!! E como eu aprende . A vida e nossos amores finitos nos ensina muito. Nos últimos dias andei pensando no que me tornei, quando percebi a imensa estrada que já corri, Vinte e poucos anos que tive para ser quem sou. Cada dia tentando ser um SER melhor a vista de quem me vê passar em suas ruas e esquinas da vida.

Hoje é com franqueza que exclamo :

- Sou mais feliz! depois dos amores que vivi , cresci com os desamores que sofri. Com as decepções que doeram muito eu me tornei forte .

- Que venham os abalos sísmicos! Eu não me abalo mais, não tanto quanto antes. Isso é amadurecimento.

Todos os dias eu agradeço pelos amados da minha vida, parentes , amigos, pessoas querida, conhecidos de um dia, por que todos se vão mais sempre fica algo sendo especial ou não mais fica marcado. Todos tem o dom de deixar lembranças. E fico feliz de ter um pouquinho de cada um.

E o mais importante aproveitar cada instante por que dos momentos ruins surge a felicidade.

J

| edit post
Reações: 
1 Response

Postar um comentário